zum Inhalt springen

Dr. Carola Saavedra


Wissenschaftliche Mitarbeiterin und Schriftstellerin

Brasilianische und hispanoamerikanische Literatur- und Kulturwissenschaften

 

Carola Saavedra nasceu em Santiago do Chile, em 1973, e mudou-se para o Brasil com três anos de idade. Estudou na Escola Alemã, no Rio de Janeiro e graduou-se em Comunicação Social na Pontifícia Universidade Católica (PUC-RJ). Morou na Espanha, na França e na Alemanha, onde concluiu um mestrado em Comunicação Social e Romanistica na Johannes Gutenberg-Universität em Mainz. É doutora em Literatura Comparada pela UERJ (Universidade Estadual do Rio de Janeiro) com a tese "Dom Quixote e o início do romance moderno".

Atualmente trabalha num projeto de pós-doutorado sobre literatura e arte indígena no Brasil.

Traduz do alemão e do espanhol, entre os autores traduzidos estão Hertha Müller e Dea Loher.

É autora dos romances "Toda terça" (2007), "Flores azuis" (2008; eleito melhor romance pela Associação Paulista dos Críticos de Arte, finalista dos prêmios São Paulo de Literatura e Jabuti), "Paisagem com dromedário" (2010, Prêmio Rachel de Queiroz na categoria jovem autor, finalista dos prêmios São Paulo de Literatura e Jabuti); "O inventário das coisas ausentes" (2014), que recebeu a bolsa de criação literária da Petrobras, e "Com armas sonolentas" (2018, finalista dos Prêmios São Paulo e Prêmio Rio de Literatura), todos pela Companhia das Letras. Tem livros traduzidos para vários idiomas (ingles, francês, espanhol e alemão). Na Alemanha seus livros foram publicados pela C. H. Beck („Landschaft mit Dromedar“ e „Blaue Blumen“), participa também de diversas antologias, entre elas: Die Horen. »In so einem Augenblick ist alles möglich ...«. Ein Spaziergang durch die Literatur Brasiliens; „Popcorn unterm Zuckerhut – Junge brasilianische Literatur“ e „Der schwarze Sohn Gottes. 16 Fußballgeschichten aus Brasilien“.

Participou de importantes festivais literários, entre eles, Flip (Festa Literária de Paraty), Lit-Cologne, Feira do Livro de Guadalajara e Feira de Leipzig. Foi uma das autoras convidadas para a Feira de Frankfurt em 2013. Está entre os vinte melhores jovens escritores brasileiros escolhidos pela revista Granta.

Ministra oficinas literária desde 2010 e já foi jurado dos premios Oceanos, Sesc e Biblioteca do Paraná. Tem textos e ensaios publicados no Jornal Rascunho, Revista ZUM e Revista Pessoa. É autora de pósfácio “A palavra deslumbrante de Hilda Hilst” para as Obras Completas de Hilda Hilst, publicado pela Companhia das Letras (2018). Em língua alemã tem textos nas revistas: LICHTUNGEN - Zeitschrift für Literatur, Kunst und Zeitkritik e Schirn Mag (Zeitschrift der Schirn Kunsthalle Frankfurt), entre outros.